Fernando Luís

Fernando Luís nasceu em Setúbal no ano de 1961. Começou por integrar o Coral Luísa Todi, vindo posteriormente a formar o grupo cénico “Experiências Teatrais e Culturais”. Aprofundou a carreira de ator profissional no elenco do TAS-Teatro Animação de Setúbal. A carreira de Fernando Luís, em contínua ascensão, levou-o à Capital, em cujos principais palcos vem desempenhando elogiadas personagens, sob a direção de consagrados encenadores como Carlos Avilez, João Lourenço, Fernando Gomes, Filipe La Féria, Graça Correia, João Brites, Jorge Lavelli ou José Caldas. No ano de 1992, a Associação Portuguesa de Críticos de Teatro atribuiu-lhe o Prémio “Melhor Ator”, pelo desempenho na peça “Ópera dos Três Vinténs”, de Bertolt Brecht. O ator setubalense Fernando Luís tem-se distinguido também no Cinema, estreando-se na Sétima Arte, naquele mesmo ano, participando no filme “Rosa Negra”, da realizadora Margarida Gil. Desde então, a sua prestação tem sido solicitada para muitos outros filmes de sucesso como “Maria e as Outras”, “A Costa dos Murmúrios” ou “Alice”. O realizador João Canijo dirigiu-o em películas como “Sapatos Pretos”, “Noite Escura”, “Mal Nascida” e em “Sangue do Meu Sangue”. A sua representação no filme “América”, de João Nuno Pinto mereceu-lhe a nomeação para “Globos de Ouro”, como Melhor Ator de Cinema. A Cooperativa de Gestão dos Direitos dos Artistas ou Executantes distinguiu Fernando Luís com o Prémio de Melhor Ator Principal, pela participação neste mesmo filme. Em 2012 recebe prémio de melhor Actor, atribuído por Caminhos do cinema português, pelo seu desempenho no filme “América”. Neste mesmo ano é agraciado com a medalha de honra da cidade de Setúbal, atribuída pela Câmara Municipal de Setúbal. No ano de 2014 protagonizou o filme “Terra 2084” do realizador Nuno Sá Pessoa pelo qual venceu o prémio GDA para melhor actor do ano nos prémios anuais do Shortcutz Lisboa. Fernando Luís viu consagrada a sua popularidade pelos papéis interpretados em várias séries televisivas, como “Médico de Família” ou “Inspetor Max”.