Nídia Roque

Iniciou a sua formação em teatro na Escola Profissional de Teatro de Cascais em 2008. Em 2011 iniciou o curso na Escola Superior de Teatro e Cinema, terminando em 2014. Fez o projeto Erasmus em 2013 em Warwick.

Trabalhou no Teatro da Cornucópia de 2015 a 2017 (Hamlet em 2015, Música em 2016, Um D. João Português 2017). Trabalhou também com Carlos Avilez, Ricardo Neves-Neves, Jorge Silva Melo, João Mota, Luis Miguel Cintra e Bruno Bravo. É membro fundador do Teatro da Cidade. Em cinema trabalhou com Manuel Mozos (RAMIRO em 2017), Filipe Bragança (Um Animal Amarelo em 2017). Em televisão trabalhou com Fernando Vendrell na série Três Mulheres em 2018.