Rafael Gomes

Licenciou-se em Teatro na Escola Superior de Teatro e Cinema (2013) e frequentou o Mestrado em Estudos de Teatro na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (2015).

Em Cinema participou em filmes como Numa Manhã de Santo António de João Pedro Rodrigues; Verão Danado de Pedro Cabeleira; Golpe de Sol de Vicente Alves do Ó, entre outros. Recentemente, em televisao, participou nas séries Três Mulheres com realização de Fernando Vendrell e Solteira e Boa Rapariga de Vicente Alves do Ó com estreia em 2018, entre outros. 

Em Teatro integrou os espectáculos Life and Times - episode 2, criação e encenação de Kelly Copper e Pavol Liska dos Nature Theatre of Oklahoma; A morte de Danton encenação de Jorge Silva Melo; Peça Romântica para um Teatro fechado de Tiago Rodrigues numa criação colectiva; integrou os espectáculos d’Os Possessos Rapsódia Batman; II- A Mentira; Marcha Invencível e O Novo Mundo encenados por João Pedro Mamede; O Aldrabão de Plauto, encenação de João Mota; Gertrude – O Grito de Howard Barker e Democracia com textos de Agustina Bessa Luís, encenados por Maria Duarte e o Eterno Debate com texto e encenação de Teresa Coutinho, entre outros.

Trabalha regularmente com Ricardo Neves-Neves e integrou os espectáculos Menos Emergências de Martin Crimp; Sebastião e Sebastiana de W. Mozart; A Noite da Dona Luciana de Copi; A Freguesia; O Solene Resgate e Mary Poppins - a mulher que salvou o mundo de Ricardo Neves-Neves; Karl Valentin Kabarett com textos de Karl Valentim; Banda Sonora, criação de Ricardo Neves-Neves e Filipe Raposo e Canção do Bandido com libreto de Pedro Mexia e música e direcção Musical de Nuno Côrte-Real. 

Trabalha regularmente com o Teatro do Eléctrico.