Raquel Castro

licenciada em Teatro – Formação de Atores da Escola Superior de Teatro e Cinema (2005-2008) e licenciada em Enfermagem (2004). Participou no Laboratório de Biografia do Teatro Maria Matos (com workshops e palestras de Rui Catalão, Nature Theater of Oklahoma, Xavier Le Rois, Nelson Guerreiro e Maria Antónia Oliveira) e fez o workshop Devising within a community com a companhia de teatro norte-americana The Team. Participou na XXII edição da École des Maîtres, sob a direção de Constanza Macras. Como intérprete trabalha regularmente com Pedro Gil, Gonçalo Amorim, tendo também participado em projetos de Madalena Victorino, Giacomo Scalisi, Ricardo Gageiro, Mickaël de Oliveira, Nuno M Cardoso, Mónica Calle, Rui Pina Coelho, Tónan Quito e Tiago Rodrigues. Criou o espetáculo OS DIAS SÃO CONNOSCO (2013), a exposição/performance UMA RETROPECTIVA (2013), em colaboração com Mariana Tengner Barros, encenou/interpretou a peça DONA DE CASA de Esther Gerritsen (2014), cocriou com Gonçalo Amorim, Pedro Gil e Rui Pina Coelho o espetáculo CASA VAGA (2015) e com Pedro Gil e Miguel Castro Caldas o espetáculo TERRENO SELVAGEM (2016). Foi, no biénio 2016-17, a artista convidada pela Rede Cinco Sentidos para criação e apresentação do espectáculo O OLHAR DE MILHÕES (2017).