Manuela Couto "O Dia Do Juízo" De Ödön Von Horváth |  Encenação Cristina Carvalhal | Assistência de Encenação de Sara Carinhas | De 10 a 20 de Outubro

TEATRO SÃO LUIZ  |  SALA LUÍS MIGUEL CINTRA
Quarta, sexta e sábado, 21h; quinta, 20h, domingo, 17h30
 

Numa noite igual às outras, um pontual e muito respeitado chefe da estação de comboios é surpreendido por uma jovem que o beija sem razão aparente. Perturbado, falha um sinal de aviso e dezoito pessoas são mortas num aparatoso acidente. O que poderia limitar-se à intriga de um vulgar drama burguês transforma-se numa metáfora sobre a culpa e a inocência, ou sobre a noção de “verdade” e a responsabilidade que cada habitante tem na construção das histórias de uma obscura e pequena comunidade. No palco, a imagem filmada dialoga com a cena. O vídeo enquanto representação do papel das redes sociais, da voragem da informação, da comunicação à distância entre os comuns mortais, mas também como concretização da dimensão fantasmática da culpa, ou melhor, contribuindo para uma possível presença do “além” numa sociedade povoada de ecrãs.

 

VERSÃO E DRAMATURGIA Cristina Carvalhal e Pedro Filipe Marques ENCENAÇÃO Cristina Carvalhal ASSISTÊNCIA DE ENCENAÇÃO Sara Carinhas INTERPRETAÇÃO Carlos Malvarez, Cucha Carvalheiro, Eduardo Frazão, Ivo Alexandre, Júlia Valente, Manuela Couto, Paulo Pinto, Pedro Lacerda PARTICIPAÇÃO EM VÍDEO Gracinda Nave, Isac Graça, Sara Carinhas CENÁRIO E FIGURINOS Ana Limpinho & Maria João Castelo VÍDEO Pedro Filipe Marques LUZ José Álvaro Correia MÚSICA Sérgio Delgado PRODUÇÃO EXECUTIVA Sofia Bernardo COPRODUÇÃO Causas Comuns, Teatro Nacional São João e São Luiz Teatro Municipal /// A CAUSAS COMUNS é uma estrutura financiada pelo Governo de Portugal – Ministério da Cultura /Direcção Geral das Artes

Conversa com os artistas após o espetáculo
20 outubro, domingo