Rodrigo Tomás em "A Herdade" de Tiago Guedes, em Competição Oficial no Festival de Cinema de Veneza

Catorze anos depois, um filme de um realizador português volta a ser seleccionado para a Competição Oficial do Festival de Cinema de Veneza, na sua 76ª edição.

A HERDADE, de Tiago Guedes, produzido por Paulo Branco (uma produção da Leopardo Filmes, com o apoio da RTP e do ICA). 


É um projecto iniciado há oito anos, a partir de uma ideia do produtor Paulo Branco, com guião do escritor Rui Cardoso Martins e Tiago Guedes (e ainda a participação de Gilles Taurand). A montagem é de Roberto Perpignani, que trabalhou, entre outros, com Orson Welles, Bernardo Bertolucci, os irmãos Taviani, e foi o montador do míticoTorre Bela, de Thomas Harlan, e a fotografia de João Lança Morais. 

A saga de uma família, e de João Fernandes (Albano Jerónimo), o carismático proprietário (uma espécie de “príncipe anarquista e progressista, bigger than life”) de uma das maiores herdades da Europa, a sul do Tejo, A HERDADE é um grande fresco de Portugal na segunda metade do século XX, um filme épico com personagens fortes, intensas e enigmáticas, e grandes interpretações de Albano Jerónimo, Sandra Faleiro, Miguel Borges, João Vicente, e dos jovens actores João Pedro Mamede, Rodrigo Tomás e Beatriz Brás, entre outros, num elenco de excepção. 

Como também acaba de ser anunciado, A HERDADE faz parte da Selecção Oficial do TIFF - Toronto International Film Festival, na sua secção mais importante, Special Presentations, o que constitui um facto da maior relevância, já que os filmes presentes nas secções principais destes dois festivais são sempre os grandes filmes do ano, que começam aqui o seu percurso internacional e, muitas vezes, a caminhada para os Óscares. A Leopardo Filmes orgulha-se de fazer parte desta lista de excelência. 


Relembramos que A HERDADE tem já marcada a sua estreia em Portugal no dia 19 de Setembro, num vasto conjunto de salas, de norte a sul de Portugal e ilhas. 

Ano: 2019

Língua original: Português