Tiago Fernandes em "A DANÇA DAS RAIAS VOADORAS" encenação de Ana Lázaro

A DANÇA DAS RAIAS VOADORAS leva mais longe o espaço da ficção: navega-se para um lugar onde a realidade é desenhada com contornos mágicos. Mas que procura ligar-se a este mundo de cá, propor um pensamento crítico acerca deste novo paradigma que nos afeta diariamente: o da fuga; do desespero; da esperança; do futuro incerto refém de um presente sombrio.
 
A Dança das Raias Voadoras”, de Ana Lázaro, é um texto que nasce e é premiado na edição de 2016 do Laboratório de Dramaturgia LAB - Teatro Meridional em colaboração com o Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
 

Teatro Meridional de 28 de Novembro a 9 de Dezembro

4.ª a Sábado às 21h30  |  Domingos às 16h00
 
Texto e Encenação: Ana Lázaro
Elenco: Cláudia Semedo, Ester Gonçalves, Marcelo Costa, Rita Lagarto e Tiago Fernandes
Produção: Companhia de Actores
 

 

 
Um dia, tudo o que restava daquela terra junto ao mar ficou feito em pó. As casas estavam desfeitas. As árvores estavam secas. Os homens tinham partido. Só ficaram as mulheres  esquecidas entre o pó. Quando o fogo caiu para queimar o que sobrava da cidade, as mulheres agarraram nas crianças, e enquanto as crianças dormiam meteram-nas dentro de um barco. O mar levou o barco pela noite dentro e quando as crianças acordaram já estavam longe de tudo. As crianças gritaram. Mas não havia nada para agarrar a voz das crianças. À volta era só céu. À volta era só mar.